Home » Todas as Notícias » 1ª Feijoada reuniu mais de 400 apreciadores da culinária e do pagode

1ª Feijoada reuniu mais de 400 apreciadores da culinária e do pagode

bernardoGustavo lins

As origens da feijoada ainda não estão claras na História. Para alguns pesquisadores, ela é o resultado de um prato comumente feito pelos escravos a partir das partes da carne de porco rejeitadas pelos portugueses. Nessa versão, os escravos misturaram a carne ao feijão, um dos grãos mais consumidos por eles. A outra linha de historiadores percebeu que o feijão já era utilizado pelos indígenas, e que a carne seca e o toucinho faziam parte do prato principal dos vaqueiros e bandeirantes. Nasciam então as gororobas culturais a partir da interação dos povos brasileiros.
Seja qual for sua origem, o prato ganhou um status de genuíno, com a característica de reunir a família, vizinhos e amigos. Sendo assim, no último sábado, fazendo jus à letra de Chico Buarque em Feijoada Completa: “Salta cerveja estupidamente gelada prum batalhão, e vamos botar água no feijão”, a equipe do Jornal de Sábado se orgulhou em encher a casa para a sua 1ª Feijoada.
A abertura do evento teve como acompanhamento musical a banda de pagode e samba “Grupo Momentos”, com participação especial de Gustavo Lins, compositor e cantor carioca que começou a sua carreira aos 16 anos e atualmente já possui mais de 100 músicas gravadas.
Em entrevista ao Jornal de Sábado, Gustavo Lins diz que  suas influências vão do samba ao rock, passando por Jorge Aragão, Fundo de Quintal, Herbert Vianna e Lulu Santos. Segundo o músico, seu projeto atual é melhorar cada vez mais como intérprete, compositor e profissional do mercado fonográfico.”Devo gravar um novo DVD nos próximos meses”, disse Gustavo. O cantor falou ainda sobre a participação na Feijoada do Jornal de Sábado, que considerou um grande prestígio, ainda mais por ter visto o reconhecimento do público e da imprensa.
Como não há partido que rejeite a “comidinha lá de casa”, entre outros políticos da região, o deputado federal, Bernardo Ariston, esteve presente durante todo o evento, que, segundo suas palavras, estava “nota 1000”.
A equipe organizadora estima que mais de 400 pessoas estiveram presentes, além da equipe do Jornal de Sábado e da Rádio Litoral FM. Para encerrar o cardápio musical, o grupo Algo Mais trouxe a saidera com o acompanhamento mais popular da festa: o pagode.
A todos que participaram do evento, o nosso “volte sempre”, pois essa foi apenas a primeira da casa.fejoada_site

Comente esta noticia